domingo, 6 de outubro de 2013

Quebrar regras


Nunca fui de quebrar muitas regras, seja na escola, em casa ou noutro sítio qualquer. Acho que nisso os meus pais sempre tiveram sorte comigo, se é que se pode chamar sorte. 
E ainda hoje não consigo ir contra algo que eles impõem. Posso até tentar encontrar alternativas às regras deles ou posso chegar a pensar em contrariá-las. Mas no final eles ganham sempre. 
Porque enquanto for dependente financeiramente deles, não posso agir de outra forma.

8 comentários:

A. M. disse...

também não sou muito de quebrar regras! aliás, acho que devia ser mais :p

Lani disse...

Também sou assim :) *

Mariana disse...

Em relação ao meu pai, quando era mais nova obedecia sempre. Agora ele não me impõe nada...
Em relação a outras regras, também sou cumpridora. Mas, por vezes, não xD

liliana p disse...

Já somos duas então, sou como tu!:)

hiker disse...

Há um tempo para tudo. E, quando as pessoas/pais são sensatos, não há motivo para contestar tudo, só porque sim.
Há sempre conflitos de gerações, pais que não entendem que o mundo mudou... mas se da parte dos filhos houver uma radicalização de posições, o mais certo é nascerem problemas, às vezes por coisas tão mesquinhas, que não valem o tempo e a boa disposição perdida. xD

Blackbird disse...

Eu também sempre fui assim enquanto dependia deles. Tive apenas uma fase que demorou uns dois ou três meses que era uma revoltada e dei-lhes muitas dores de cabeça mas depois passou-me :)

Amy ☮ disse...

epááá, somos tão o mesmo signo x)

Aricia disse...

Percebo-te.