sábado, 18 de janeiro de 2014

Confidências


Quando o meu irmão tinha 7 anos descobriu que tinha diabetes. Acho que ninguém na minha família estava bem consciente do que era ter uma criança daquela idade com uma doença crónica, e muito menos com aquela doença em específico. Diabetes era supostamente a doença de gente mais velha. Lembro-me que foi nessa altura que vi pela primeira vez a minha mãe a chorar. A primeira e a única vez, aliás. E as coisas mudaram muito. 
O meu irmão passou a ser o centro de todas as atenções, passou a ser a prioridade. E eu ainda tinha 12 anos. Estava naquela fase em que já me queria "desmembrar" dos meus pais mas ainda precisava imenso da atenção deles. 
Eu sei que não foi por mal, e mais tarde percebi o comportamento deles. Mas na altura senti-me "esquecida", nem sei se é o termo mais correto. 
E foi passados poucos meses que comecei também eu a ter problemas de saúde. Descobri que tinha anemia. E sabem que mais? Fiquei contente. Porque voltei a ter a atenção dos meus pais.

Nunca contei isto a ninguém porque sei perfeitamente que foi um sentimento egoísta e não me orgulho disso. Mas eu no final das contas ainda era uma criança também. E acho que muitas vezes quando há um filho com uma doença crónica, o outro (ou outros) acaba por ser colocado de parte mesmo que os pais não tenham a noção disso. Acredito que seja uma atitude normal, não sou mãe portanto não posso falar enquanto isso, mas acho que precisa de haver algum acompanhamento psicológico, nem que não seja na fase inicial. E isto ainda falha muito.

5 comentários:

Aricia disse...

Ao menos espero que ambos estejam bem e com as doenças controladas :)

F. disse...

isso acontece e eras uma criança não te podes culpar como é óbvio

Mara disse...

nunca me aconteceu, porque como sou a mais nova acho que tive mais atenção... mas não te culpes eras uma criança que queria a atenção dos pais :)

Gabi. disse...

eras uma criança, esse comportamento era compreensível.. espero que estejam os dois bem :)

Amy ☮ disse...

oh, a tua reação foi normal :)