segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Manifestação dos estudantes de enfermagem


Eu entrei no meu curso a contar que fossem 4 anos. E até há bem pouco tempo pensava que seriam os 4 anos. De repente dizem-me que depois disso, para poder exercer no meu país, tenho que me sujeitar a um exame de ética e que dependente do resultado desse exame posso ficar a estagiar durante 1 ano em qualquer parte do país, isto é, se conseguir obter classificação suficiente para ter direito ao estágio. Porque eles já decidiram que isto vai em frente, só ainda não decidiram comunicar-nos oficialmente o número de vagas que vão disponibilizar ou as condições salariais.
Acho que não é justo. Não é justo para os estudantes de enfermagem, não é justo para os enfermeiros e não é justo para as pessoas que sempre precisaram e que vão continuar a precisar de nós. 

E é por isto que vai haver uma manifestação para tentar mudar esta situação. A ver vamos se conseguimos alguma coisa. Acho que já é bem tempo de toda a gente se unir.

4 comentários:

Mara disse...

espero que consigam!

A disse...

Espero que sim, força!

Hibiscus disse...

Este assunto só me chateia. Não tem jeito nenhum mudarem tudo agora, assim nestas condições.

JS disse...

Estamos em "Portugau", né?
Aqui tudo nos pode acontecer, contando que seja mau.
Então e os professores que tiveram 4 anos de licenciatura, 1 ano de profissionalização e mais um de estágio, que dantes era pago e em 2006 a Maria de Lourdes Rodrigues resolveu po-los a fazer o estágio de borla?
Para agora estarem no desemprego e terem que se sujeitar a mais um exame. Deve ser a classe mais examinada e mais mal tratada.