quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Vão ser só 6 meses


No ano passado senti necessidade de voltar a viver com os meus pais depois de ter estado 1 ano fora, ainda não me sentia preparada para estar longe deles a tempo inteiro. Mas este ano senti que precisava de mais liberdade e voltei a sair. E se nas primeiras semanas tinha de ir a casa pelo menos a meio da semana nem que fosse para jantar, agora já não sinto tanto a falta disso. 
Portanto, agora, já não preciso de ouvir que não vou conseguir fazer Erasmus porque nem uma semana consigo estar longe de casa.

12 comentários:

Taras e Manias disse...

Boa! ;)

Sónia
Taras e Manias

Santi disse...

Parabéns :)
Bora lá :)

santiroyalhome.blogspot.com
Santi

Elena disse...

Oh tão bom! Parabéns :)

Catarina Canhoto disse...

Acabamos sempre por nos habituar, até a estar sozinhos|

Lexie disse...

r: desculpa só responder agora... é assim, a quinta onde vou trabalhar fica na zona do Bombarral, mais ou menos, e ainda há outras quintas por aqui :p não sei de mais sítios onde haja trabalhos destes, mas de certeza que deve haver mais quintas de norte a sul de portugal...

IceQueen disse...

Realmente é uma questão de hábito ;) Eu passo meses sem ir a casa porque as circunstâncias assim o obrigam, mas, mesmo assim, acho que não tinha coragem de fazer Erasmus x)

Gabi. disse...

parabéns querida :)
nunca mais vou falar com ela na minha vida..

F. disse...

Eu estou sem os meus pais durante 6/8 meses e graças a isso sou tão independente que quando chegar a essa altura , adeusinho que eu ja volto .
r:Muito obrigada :')

Tainá H. disse...

Nossa, quando eu sai de casa também senti muita falta!
Mas você vai conseguir flor, é bom para amadurecer, parabéns! é lógico que já estou supeer seguindo e te convido a seguir meu blog tb e a curtir minha fan page. Se puder se inscreva no meu canal do Youtube: http://www.youtube.com/user/tainaheille. Me manda o seu p eu me inscrever tb (:

nossoblogdemodaa.blogspot.com.br

Mariana disse...

Pelo menos é um impedimento a menos :)

R.: eu acho que ainda é um bocadinho cedo para seguir para doutoramento (e ainda sou tão nova!). Mas é uma hipótese que não descarto :)

JS disse...

Tudo tem o seu tempo de amadurecimento. Um dia é hora de sair de casa porque se quer voar sozinho. Deve ser sem pressas nem recriminações, nem obrigação de voltar amanhã, ou daqui por um mês.
É assim que deve ser o corte do cordão umbilical.
Bons voos e boa sorte. :)

Aricia disse...

Força!