sábado, 6 de dezembro de 2014

O primeiro jantar


Nunca, ou quase nunca, faço qualquer tipo de festa no meu aniversário porque como os meus melhores amigos não se dão propriamente bem uns com os outros, e como são pessoas complicadas no que toca a conciliar agendas, opto por nem sequer cansar-me a tentar organizar alguma coisa. Mas este ano foi diferente. Porque não tarda muito a ir para Itália e porque mais cedo ou mais tarde (e já não deve tardar muito para alguns) começa a emigração a tornar-se uma realidade e fica ainda mais difícil.
Por isso este ano tive de me cansar com eles. A faltar umas horas para o jantar ainda recebi umas mensagens a dizer que não podiam ir por x ou por y, uns a brincar e outros não tão a brincar, mas no final lá arranjaram forma de ir todos. 

Correu melhor do que eu estava à espera. Foi bom vê-los todos a darem-se bem. Foi bom passar a meia noite com pessoas tão importantes na minha vida. Foi bom ver pessoas que se dizem tão anti-sentimentalismos fazerem o sacrifício de me mostrarem que o conseguem ser por mim. Foi bom voltar a jantar num local que tão emblemático com quem o fez tornar-se emblemático. Foi bom voltar. E espero que aquilo se repita nos próximos anos, se não com  mais, pelo menos com as mesmas pessoas.

2 comentários:

Mariana disse...

Ainda bem que correu bem :)

Mara disse...

oh que bom :)