sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Doações de cabelo


Desde que me lembro de existir que me vejo numa luta constante para deixar crescer o cabelo. Não sei, vejo-o como uma espécie de símbolo de feminilidade. E acho que no caso das pessoas com cancro, embora esse não seja o principal problema, como é óbvio, para a maioria acaba por ser o assumir publicamente da doença. Porque a falta de cabelo numa mulher é o que denuncia que algo não está bem, é aquilo que desperta os olhares mais curiosos, é o que acaba por classificar alguém como doente.
Por tudo isto é que já ando a pensar há algum tempo em doar cabelo para alguma instituição que faça o justo uso do mesmo.
O meu primeiro pensamento foi para o IPO ou para a Liga Portuguesa Contra o Cancro, por se tratar de instituições do nosso país. Mas depois de alguma pesquisa vi que neste momento não estão a aceitar mais doações, pelo que comecei a ver instituições a nível internacional.

Little Princess Trust é uma associação do Reino Unido que oferece perucas a crianças que fizeram tratamentos contra o cancro, e são pedidos apenas 17cm de cabelo, o que não considero nenhum exagero.

Locks of Love é uma associação americana que cria perucas  para crianças e jovens até aos 21 anos com perda de cabelo, sendo devido ao cancro ou a outro problema qualquer que tenha como consequência a perda permanente de cabelo. Neste caso são pedidos cerca de 25,5cm de cabelo e as perucas não são gratuitas.

Wigs for Kids  e a Children With Hair Loss são também associações americanas que criam perucas mas para crianças com perda de cabelo, sem descriminar o motivo, exigindo um mínimo de 30cm na primeira, e 20cm na segunda.

Pantene Beautiful Lengths consiste numa parceria entre a Pantene e a American Cancer Society, e oferece perucas a doentes com cancro nos EUA. Neste caso é exigido cerca de 20cm para a doação.

Acredito que ainda existam mais associações internacionais a aceitar doações de cabelo mas estas foram aquelas que encontrei. Ainda não decidi se vou efetivamente com isto para a frente, ainda nem coloquei uma régua de 20cm à frente do meu cabelo para ter uma noção de como ficaria a seguir. Mas é um gesto que aprecio. E se não o fizer agora, hei-de o fazer num futuro próximo. 



7 comentários:

Timtim Tim disse...

Eu faria de boa vontade, mas não tenho cabelos longos.

Sofia Ramos disse...

Um gesto tão simples e bonito.
E para mais o cabelo acaba por crescer. :)
beijinho*

Megan Smith disse...

Sempre quis doar cabelo, mas o meu cabelo cresce muitíssimo pouco, pelo que se está a tornar complicado, mas um dia eu hei-de doar.

Lani disse...

Acho um gesto bonito, mas não tenho o cabelo suficientemente grande para poder doar :) *

Patrícia P disse...

Isto era algo que realmente gostava de fazer e achei o post super útil e realmente interessante! Infelizmente não tenho o cabelo longo o suficiente para tal e duvido que algum dia consiga, por isso vou tentando "aderir" a outro tipo de campanhas.

Beijinho

ballerina. disse...

Estava a deixar o meu cabelo crescer até ter o suficiente para doar, não sabia que o IPO já não aceitava. Sabes o porquê?

C. disse...

quando estava na universidade cheguei a ter o cabelo até à cintura e ainda muito antes de o cortar andei à procura de organizações que aceitassem cabelo. Agora felizmente isso está mais divulgado porque eu até fui à oncologia, falei com a minha cabeleireira e não havia nada!