segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Entrem lá os ladrões!


Eu não vivo propriamente num local de grandes assaltos, pelo menos até à data. E as pessoas por aqui acabam por facilitar um bocadinho devido a isso. Facilitar, no verdadeiro sentido da palavra. 
Só para terem uma ideia, a minha mãe ou a minha avó quando saem de casa nem se dão ao trabalho de trancarem as portas. Dizem elas que só vão ao café ou à mercearia, a distância é curta e não hão-de ser assaltadas precisamente nessa altura. Para além disso, se tiverem de lhes assaltar a casa, assaltam na mesma, e pelo menos assim para além do prejuízo todo, não teriam de estar a trocar a fechadura.  
Adoro os argumentos desta gente.

E espero que não haja nenhum ladrão das redondezas que leia o meu blog.

10 comentários:

Sofia Ramos disse...

Cá em casa também é assim, nunca trancam as portas e eu vou pelo mesmo caminho, visto que não me lembro se alguma vez houve um assalto por aqui perto, ando sempre relaxada :)

Catarina disse...

Eu tranco sempre as portas :)

Raspberry disse...

Já eu mesmo estando em casa tenho de ter a porta da rua trancada pois se assim não for não consigo estar sossegada e à vontade.

esperto que nem um alho disse...

A minha porta fica sempre no trinco e já nem me lembro quantas vezes o meu carro ficou aberto quase uma semana. eheh
E moro nos arredores de Lisboa, muito perto de bairros pouco aconselháveis, mas sou da mesma opinião dos teus familiares. Se os ladrões quiserem entrar, entram na mesma e assim poupamos numa fechadura nova. eheheh

E a porta da varanda das traseiras, cujo acesso não é muito difícil, pois embora more num 2º andar, as traseiras dão para pátios mais altos, nem sequer fica trancada. Basta subir para o telhado do barbecue do vizinho de baixo e daí para a minha varanda. Tudo sem precisarem de recorrer a escadas. :)

Andrea disse...

Eu tranco sempre as portas :)

Andrea disse...

r. Acabou por uma razão estúpida, eu continuo solteira, ele está actualmente com uma pessoa, mas as coisas não estão bem. Era ÓBVIO que quando tal acontecesse ele viesse falar comigo .

Maria do Mundo disse...

Aqui onde moro agora é impensável fazer isso. Mas no sítio onde nasci e fui criada, a minha casa tinha sempre as chaves na fechadura do lado de fora. E assim andávamos nas redondezas, era só chegar e abrir. Agora os meus pais já fazem diferente, mas eu tenho saudades desses tempos em que podíamos fazer isso.

Andrea disse...

r. Envia-me mensagem privada para o facebook do meu blog para te conseguir explicar o que se passa .

Andrea disse...

R. Fica descansada princesa :)

Nádia disse...

Eu também sou da opinião de que quem quer assaltar assalta com ou sem portas trancadas. Mas tenho medo irracional ao ponto de até a porta do quarto fechar à chave nas noites em que estou sozinha em casa :P

Perdida em Combate