quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Era tudo muito mais bonito se isto fosse como nos filmes


Eu fui provavelmente a pessoa que mais o magoou em toda a vida dele. E ele foi também a pessoa que mais me magoou em toda a minha vida, embora em momentos diferentes. Mas mesmo depois de tudo, se ele me dissesse que me queria de volta eu não pensava duas vezes.
Há amores assim. Inesquecíveis. E impossíveis de ter de volta.

6 comentários:

FME disse...

Concordo...

♥Cat disse...

Oh =(
Pode ser que não haja impossíveis...

Marta Moura disse...

:(

White Raven disse...

Há amores que nos deixam presos. Esse parece ser um deles. Mas pode não ser impossível.
R: Eu também gostei, mas não achei que fosse uma música para chorar. Nem a melodia é triste - e eu sou uma chorona, que chorava com a Fix You dos Coldplay, sem motivo aparente.

White Raven disse...

Ahaha, lá está, a música não é triste. A letra até pode ser (ainda não li), mas a melodia não é, por isso não me fez chorar como fez toda a gente ahaha. Mas sim, concordo, ela tem um vozeirão.

esperto que nem um alho disse...

O amor nem sempre é só felicidade e muito "nhó-nhó-nhó". É preciso ter arcaboiço para ceder quando é tempo de ceder e exigir quando é tempo de exigir. Ou então deixar ir o amor por água abaixo, seguir para "bingo" e não ficar a chorar por um passado que... que já passou. :)